Deixe estar…

Perdoe minhas besteiras, mas até que gosto dos meus atos devassos. Meus erros até que nem são assim tão crassos…
Só quero ser quem sou.
Não pense que eu faça questão de errar, apenas sinto que isto não é algo com que eu tenha realmente que me preocupar – não agora.
Tenho tempo para consertar; meus erros vão me fazer mudar.
Um dia você verá, hoje eu só quero curtir a juventude do jeito que dá.
O tempo não demora a passar; minhas inconsequências, um dia vão me conscientizar sem que você precise me falar, pois não adianta, eu não vou escutar.
Deixe minha rebeldia – com ou sem causa – me levar.
Não vou assim tão longe a ponto de não conseguir voltar.
Por enquanto prefiro viver minha vida assim, como este meu jeito irreverente.
Amanhã ou depois pode ser que seja diferente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Calendário

junho 2011
S T Q Q S S D
« abr   jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Meu Twitter #}~

%d blogueiros gostam disto: