Outra página

Te esperei por tanto tempo, te amei por tanto tempo e só hoje resolveu ligar. Justamente hoje. Tanto tempo eu esperei, mas nem vi você chamar. Não tinha como escutar o telefone tocar. E o vibracall do meu celular se confundia com o “tunti, tunti” da pista.

Pois é, eu saí para badalar. Meio sem vontade, meio sem querer. Mas a galera que insistiu em me levar.
Engraçado pensar que nos dias que eu perdi, sentada no sofá, deitada na cama, sempre com o celular na mão, pra lá e pra cá esperando você ligar, você não ligou. Foi quando eu resolvi sair, quando eu resolvi que não era bem por aí que eu iria te esquecer, que você resolve aparecer.


Cheguei da balada, cansada e feliz, fazia tanto tempo que não curtia uma noite assim. Amigos, bebida e boa música. Joguei a bolsa na cama e sentei, louca pra tirar os sapatos pois me doíam os pés.
E ali fiquei relembrando a noite.
Dancei pra caramba e dei tanta risada com as palhaçadas da Mariana… Ai, ai! Foi tão bom! Mas precisava dormir.

Ao ir deitar, percebi minhas coisas fora da bolsa, espalhadas pela cama. Sou uma anta mesmo! Deixei a bolsa aberta, de certo quando fui pagar o táxi, esqueci de fechar o zíper e na hora que a joguei em cima da cama, as coisas saltaram junto.
Foi aí que eu lembrei de dar uma olhadinha no meu celular.

Surpresa total!

Uma chamada não atendida. Era o seu número.
Eu havia apagado mas já o sabia de cor e salteado.
Não pode ser! Nos primeiros segundos, fiquei encarando o celular, meio sem acreditar. Mas depois…
Quer mesmo saber? Eu ri de você.

Ri das horas que perdi chorando, ri do tempo que eu perdi te amando, ri de todas as vezes que eu pensei que você era o cara certo; ri por você pensar que é um cara esperto, que me ganha a hora que quer, que faz o que quiser, mas que não sabe o verdadeiro valor de uma mulher.
Eu ri de verdade. Ri com vontade.
Pois agora é só o que me resta a fazer.
Eu estive ali TODO O TEMPO por você, mas agora estou aqui por mim.
Você não soube dar valor, ainda não sabe o que é amor.
Já está na hora de aprender. 😉

Enquanto isso, eu vou vivendo a minha vida, gastando a sola do sapato na pista… Tô querendo é dançar, tô querendo é beber, tô querendo passar por aí e conhecer outras bocas, outros olhos, outro jeito de ser quem eu sou.

Sem ressentimentos ou arrependimentos.

Boa sorte pra você. :*

Uma resposta para “Outra página

  1. eaigalere

    Adogei ir para a balada contigo amiga, estamos junto , sempre o//! love ya!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Calendário

março 2011
S T Q Q S S D
« jan   abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Meu Twitter #}~

%d blogueiros gostam disto: