Deixa O Tempo

Olho ao meu redor, – e ainda não entendo – procuro por resquícios do que sobrou de mim…
Como foi que chegamos a isso?
Por todos estes anos em que eu aguentei firme para não gritar, hoje falhei. Hoje eu cansei…
E ainda não consigo ver onde foi que isso tudo começou…
Em qual parte desta história acabei esquecendo quem eu realmente sou?
Quando foi que passei a me sentir assim?
Ansiando notícias suas e você nem pra querer saber de mim…

Às vezes me irrito por ainda me importar… por ainda sentir tão forte no peito a dor de não te encontrar, por simplesmente me preocupar – e você não reconhecer.
Deixou apenas um vazio, um frio e dúvidas que, por mais que eu tente, escreva, fale, ignore… Não querem desaparecer.

E agora eu me limito a não procurar saber, querendo ou não, esta escolha veio diretamente de você. Você fez a escolha certa?
Hoje você já pode me dizer…

Pois aquela porta pela qual você saiu, ainda está aberta.
Eu NUNCA fechei.
Aquele tempo em que você costumava me dar a mão, ainda lembro.
De mim, nunca apaguei.
Tudo o que me ensinou, tudo o que me falou, eu aprendi.
Hoje EU SEI.

E te agradeço pelos bons momentos.
Mas, de agora em diante, – mesmo que possa doer – eu deixo apenas com o tempo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Calendário

novembro 2010
S T Q Q S S D
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Meu Twitter #}~

%d blogueiros gostam disto: